quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

DIÁRIO DE UMA TURISTA NA PRÓPRIA CIDADE!

 DIA 2 DE FEVEREIRO 2011 - 1ºDIA

Comecei hoje a gozar as minhas merecidas férias!
 Força das circuntâncias, terei que as gozar por cá!
 Depois de meses de trabalho, stress inerente ao mesmo, rotinas diárias, só o facto de não ter horários para cumprir, já é por si só, uma benéfica mudança!
 No entanto, todos sabemos o quanto é excitante preparar as malas, escolher a roupa adequada às férias escolhidas, a expectativa de ver outras paragens, outros ares...enfim, férias Out!
 Desta vez, não farei malas, não terei programas turisticos, não verei outros cenários...será?

 Bom, acordei e disse para mim própria : estás de férias, não é?Então , pega na máquina fotográfica e imagina que estás de férias no Algarve.Tudo o que vires hoje, olha como se visses pela primeira vez.Olha a mesma realidade com outros olhos, com olhos de turísta de férias.
O sol, afável e simpático, aqueceu o dia! De ténis , desportiva, saí do "meu hotel" e lá fui passear!
Totalmente à deriva, parei ao acaso.Estou de férias!Que interessa o sitío onde páro?
Andei pela praia!
Cumprimentei casais estrangeiros que estoicamente, estendiam os seus corpos ao sol.
Um senhor, de barbas brancas, com gorro na cabeça, casaco de pescador, saco de plástico namão, pergunta-me se sou portuguesa.Espanta-se que , vivendo eu em Portimão, ande a tirar fotgrafias e, segundo ele:" tal e qual uma turísta!"
Este homem, de ar rude, é uma sumidade em conhas!Ali mesmo, no meio da praia, recebo uma lição universitária, com direito a douturamento, sobre conhas, rochas e artefactos.Na palma da mão, estão minúsculas conchas, búzios e um ouriço( diz-me que é o mais pequeno do mundo).Desenrola um fio de nomes em latim...sabe o nome de cada uma! Pasmo-me com tanta sabedoria!Ficamos a conversar longos minutos e mostra-me toda a sua raiva na falta de critérios ambientalistas, nos crimes inflingidos no Rio Arade com as dragagens para o tornar comercial, etc, etc. Oiço-o e penso : aqui está um D.Quixote lutando contra as pás do moínho!
Pede-me, por fim, o segredo do seu nome!Eles odeiam-me!Sou persona non grata!Se disser a alguém que esteve a falar comigo, dir-lhe- ão : "esse doido!!!".
E assim, tal como apareceu à minha frente, esvai-se, sem antes procurar na areia que pisamos, conchas, búzios e réstias de um coral do Rio Arade( segundo ele) e pôr na minha mão.Diz-me :leve e comece a sua própria colecção.A minha tem mais de 80 mil!Já agora...acabaram com a sardinha, bandidos!
Vejo o seu vulto, curvado a afastar-se...de saco na mão lá vai explorando o mundo pequeno que pisa.
Olho para a minha mão...nela estão as conchinhas, os búzios que um homem de barba branca me ofereceu!
Mas, mais importante que isso, apercebi-me que se não fosse turísta na minha própria cidade, jamais teria tempo para ouvir aquele homem e ver que debaixo dos meus pés está um universo de sabedoria!
Sorri...abri os braços, fechei os olhos e deixei o sol beijar a minha pele ! Estou de férias...tenho tempo para tudo!
Clic...clic...clic...fotos e mais fotos!
Estas férias prometem!!!!
EME

Sem comentários:

Enviar um comentário