segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

RESGATE DO TEMPO


Quero resgatar o tempo,

Quero cativá-lo em mim!


Quero torná-lo meu amante,

Dar-lhe as horas do meu desejo,

E embalá-lo em meus braços!


Quero torná-lo meu escravo,

Tirar-lhe a liberdade,

Ordenar eterna obediência!



Ó Tempo...

Ó Tempo...



Que me levas as cores dos meus sonhos,

Que me roubas a firmeza do meu corpo,

Que mordaças a minha loucura de viver!


Ó Tempo...

Ó Tempo...

Sem tempo fica a vida,
E eu fugo desse tempo que me rouba tempo de vida!
EME

1 comentário:

  1. Elsa,
    Antes de mais, os meus Parabéns pela coragem de criares um Blog!
    Fantástico!
    omo eu gostaria de transformar em "Escravo" este Tempo.......Lindo o teu Poema!

    Beijinhos
    Ilda

    ResponderEliminar