sexta-feira, 4 de março de 2011

BREVE DISSERTAÇÃO SOBRE A VIDA

    Foto : EME


Comparo a Vida a uma corrente, formada por elos que se fecham entre si.
Cada elo é um momento, uma história que começa e acaba, mas que permite que outro momento, outra história , tenha inicio.
Refleti sobre a minha vida, a minha corrente!
Tenhos imensos elos interligados.Cada um dá-me a consistência de um existir pleno, intenso, verdadeiro.
Fui criança e uma guerra sem a minha compreensão, roubou-me a vida que julgava segura e certa.Fechei esse elo...e sem demora, outro apareceu , agora jovem mulher cheia de sonhos, expectativas. Cumpriram-se alguns momentos de sonho e mais um elo fechado. Perdi quem julgava ser eterno na minha corrente e o sofrimento tornou-me mais forte. Amei profundamente, apaixonei-me perdidamente e o elo do meu coração, abriu-se , fechou-se e deu a possibilidade de continuar a corrente, de continuar a amar apaixonadamente.
Hoje, não me preocupo em contabilizar os elos da minha vida.Quero apenas saber de que são feitos esses elos.
São momentos únicos, breves, intensos....
São notas musicais de uma sinfonia quase perfeita....
São vidas de outra corrente....
São encontros desencontrados...
São cruzamentos...
São...
São...
São a Vida que dá Vida à minha Vida e por isso mesmo, deixa-me profundamente reconhecida perante quem, por breves momentos se deixa prender nesta corrente que tem um nome :Elsa , simplesmente EU! 

EME

Sem comentários:

Enviar um comentário