domingo, 6 de março de 2011

A ESSÊNCIA DO SONHO


Foto : Yan - Yen by Mikkel Bungaards Portefólio

De que são feitos os sonhos?
Gostava de saber responder!Teria na minha mão a poção mágica porque ter esse conhecimento, permitir-me-ia compreendê-los e, logo, seria bem mais fácil, ligar com eles.
O que seria da Vida, sem o Sonho?Não seria!
Nascemos, crescemos, amadurecemos, envelhecemos e, neste percurso, vamos adaptando os Sonhos à medida da nossa felicidade ou sofrimento.Tornamos a nossa realidade espelho do nosso sonho!Em limite, no maior estado de sofrimento, sonhamos com a ausência da dor, mas continuamos a sonhar!
Não aceito que haja alguém que afirme: " Deixei de sonhar!"Esta afirmação é em si mesma , negação da própria vida.
Acredito na teoria dos opostos, não como negação, mas como complementariedade dum movimento dialéctico, em que a existência de um é justificada pela presença do outro : O Belo afirma-se na presença do Feio; A Luz brilha na presença da Escuridão; A Felicidade existe quando se saboreou o Sofrimento; A Unidade tem em si mesma toda a Multiplicidade. Todo o Yan é Yen e vice-versa !
Neste sentido, a Vida existe para ser sonhada e o Sonho dá sentido à Vida. Negar isso, é negar a nossa própria essência.
Volto ao principio!
De que são feitos os Sonhos?
Não posso, nem sei responder a esta questão.A única coisa que sei é que o Sonho permite-me re-definir-me, re-inventar-me a cada momento e, na impossibilidade de realizar os meus mais profundos sonhos, pelo menos enquanto sonhei, tornei a minha vida mais rica , mais real!
Existo na propoção da minha inquietude de conhecimento" Só sei que nada sei"(Sócrates) e na fé inabalável que o Sonho " ...é uma constante da vida, tão concreta e definida como outra coisa qualquer"(António Gedeão, in Pedra Filosofal)

EME

Sem comentários:

Enviar um comentário