quinta-feira, 23 de junho de 2011

OS PONTEIROS DO MEU RELÓGIO...



"Le Babylone" - Ao Comptoir by Simão Carvalho


Decrescem as horas…
Os minutos…
 Os segundos!
Os ponteiros do relógio são agora cavalos à solta…
Já foram dóceis…
Calmaria num mar imenso.
Agora correm selvagens…
Indomáveis…
Turbulentos!
Nada mais me resta senão deixá-los fugir!
E que cada segundo tenha valor de um momento absoluto e eterno.
 O Tempo deixou de contar!
O relógio deixou de me dizer o tempo que tenho para viver;
Agora sou eu que digo como o quero fazer…
E apenas  O QUERO VIVER!

Sem comentários:

Enviar um comentário