domingo, 18 de março de 2012

Why are you so green?

Foto by 

De longas barbas brancas, com auscultadores nas orelhas, vociferava contra a pobre garrafa vazia que ao seu lado estava.O fiel companheiro, talvez habituado já aquele discurso monólogo, mantinha-se quieto à espera de melhores momentos.

Aproximei-me para tentar perceber...
-Diz-me lá porquê. diz-me? - dizia de forma insistente para a garrafa de plástico.
Arranjei coragem e aproximei-me:
- Posso ajudá-lo?- questiono
Fulmina-me com o olhar.Desta vez vou sair-me mal, penso.
- Se a Senhora conseguir explicar-me o porquê, ajuda!
- Diga lá então! - sinto agora mais confortável na presença daquele olhar.
- é capaz de me explicar porque raio a estúpida da garrafa é verde, verde esperança quando eu já não a tenho, consegue explicar?
Levo um soco.Perante mim, está um homem com olhar alucinado e tão lúcido.
- Talvez porque ela gosta de ser diferente - respondo-lhe
Faz-se um silêncio.Mantendo a cabeça em baixo, olha para a direita, olha para a esquerda, como se estivesse a negar a minha resposta.
De repente, levanta a cara e os seus lindíssimos olhos verdes a sorrir , oferece-me o olhar mais doce que vi até hoje.
- Tem toda a razão...ela é diferente, como eu sou também.Agora não é só a mim que me vão chamar maluco....ahahahahahah
Levanta-se, estica-me a mão e eu, instintivamente, dou-lhe um abraço e o seu cheiro nauseabundo pareceu-me cheiro a jasmim. 

Numa ponte romana, encontrei o "Pai Natal" que usava auscultadores e era deste tempo.

1 comentário: