terça-feira, 29 de maio de 2012

Quimera

By emefeelingflashes




Na imensidão do desassossego
Escrevem-se letras desalinhadas
Desconectadas de mim
Em formas que desconheço

Sombras dentro de mim
Em breves passagens
De luz desfocada

Partes lentamente!

Não...
Nunca estiveste
Apenas foste sombra
Que se evaporou
Quando o dia se tornou noite
E na imensidão deste desassossego
Sigo em frente
Com letras focadas
Pelo o olhar
Que a tua sombra em mim
Ficou!


2 comentários:

  1. Tudo o que passa por nós
    por mais pequena que seja a estadia
    deixa a sua marca: única e profunda.

    ResponderEliminar