segunda-feira, 17 de setembro de 2012

A Luz que ficou ...



Houve tempos em que desta janela entrava o luar que nos banhava os corpos nus, cansados e transpirados.
Cada centímetro do nosso corpo era descoberto sobre uma luz de prata; cada gota de suor era sorvida como estrelas cadente; cada suspiro de prazer era sinfonia do universo infinito que cabia dentro destas paredes.
Deleite de amantes em noites de luar...eternos enquanto durou.
Hoje desta janela , entra luz...a que ficou para trás.
E, suavemente tecem-se rendilhados de finas teias, das teias que eu e tu, fizemos um dia



Foto by emefeelingflashes







1 comentário: