quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Da Pobreza...







Nunca me senti pobre por a minha pele ser velha e gasta
Nunca me senti pobre por ter vestido de chita desbotada e cheio de remendos de outras chitas.
Nunca me senti pobre por me lavar com sabão azul e branco e a minha pele cheirar apenas a limpeza.


Nunca, mas nunca, me senti pobre por ter as mãos calejadas do trabalho árduo e as minhas pernas vestirem meias pintadas de varizes.

Mas...
Sou pobre, muito pobre porque me roubaram a esperança; porque as escadas que tenho que subir na vida têm a cor do desalento ; porque olho em frente e vejo-te sem rumo.
Roubaram-me a única coisa que me torna pobre, verdadeiramente pobre: a fé!

"Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza"


Foto emefeelingflashes


1 comentário: