sábado, 9 de fevereiro de 2013

És!

Se tu fosses Noite
Terias sempre a Lua

Se tu fosses Dia
Terias sempre o Sol

Se tu fosses Arte
Em ti, a mais bela poesia

Mas és Mar
onde me mergulho inteira
na onda que fazes                                                                            
meu desejo grita
feita espuma desfeita
do cansaço deste prazer.

Mas és Céu azul
suave abraço
doce pecado
Entrego-me completa,
nua e simplesmente ser...
Tua!
                                                                                     

Sem comentários:

Enviar um comentário