domingo, 21 de abril de 2013

Luz

Encontro a escuridão
Feita de suave intimidade
Tingida pela imensa solidão

Embrulho-me na manta das minhas memórias
Deixo o meu corpo aquecer do calor que emerge 
De momentos feitos da luz que brilha por dentro
E recordo...
Houve um dia
Em que a luz que na noite escura, aquecia
Era tu e eu,
feitos pedaços de cera
que derretia!

Sem comentários:

Enviar um comentário