terça-feira, 23 de julho de 2013

A mentira que se vê

Ali sorrindo está quem sempre sonhou
Aqui a alma que se desmoronou
Ninguém vê
Sou assim
Alegria por fora
Tristeza por dentro
E tu espelho és o único
Que me vê nua, Sem a mascara 
Com que me visto para sair à rua.
Quero partir-te em mil bocados
Estilhar-se para me ver em ti
tal como estou...
Mas teimas em ficares completo
Reflectindo-me inteira
Inteira deste vazio
Inteira de coisa nenhuma.
E ali...
Continuo a sorrir
Que a vida continua.

Foto by Eme




Sem comentários:

Enviar um comentário